Nosotros hablamos la misma lengua | We speak the same language
2002/2017

Nosotros hablamos la misma lengua consiste em uma seleção de palavras do dicionário espanhol-português com igual grafia em ambos os idiomas. Este trabalho tem três versões, todas contendo um livro de páginas tripartidas que podem ser manuseadas, possibilitando a construção de dezenas de frases em duas línguas que, naquele momento, se mimetizam. A primeira, de 2002, foi pensada para a exposição México Imaginário, na Casa das Rosas, em São Paulo. Integra o acervo do Museu de Arte Contemporânea (MAC-USP), sendo composta de uma mesa-livro e uma impressão sobre vinil. Em 2013, realizei a edição de um livro de artista e, em 2017, uma instalação sonora e visual, pensada para o contexto da biblioteca do Sesc Jundiaí. Esta última era composta por um cubo-livro e um áudio, que reproduz a lista de todas as palavras pronunciadas, simultaneamente, em espanhol e português. Nas paredes de vidro da biblioteca foram adesivadas possíveis frases formadas com as palavras pesquisadas.

Nosotros hablamos la misma lengua consists of a selection of words from the Spanish-Portuguese dictionary with the same spelling in both languages. This work has three versions, all of them containing a book of pages divided into three horizontal strips, each of which can be paged through, allowing for the construction of dozens of phrases into two languages which, at that moment, mimic one another. The first, in 2002, was conceived for the exhibition México Imaginário, at Casa das Rosas, in São Paulo. It is part of the collection of the Museu de Arte Contemporânea (MAC-USP), composed of a book-table and a print on vinyl. In 2013, I produced the edition of an artist’s book and, in 2017, a sound and visual installation, conceived for the context of the library of Sesc Jundiaí. This latter work was composed of a cube-book and an audio work, which reproduces the list of all the words pronounced, simultaneously, in Spanish and Portuguese. Possible phrases formed with the researched words were displayed on adhesive vinyl stickers on the library’s glass walls.

Scroll Up